Café Jequitinhonha investe R$ 10 mi para abrir mercados

/ / Acontece no Café
O Café Jequitinhonha, com sede em Capelinha, no Vale do Jequitinhonha, vai investir R$ 10 milhões na construção de outra unidade fabril no município. O objetivo, além de modernizar as estruturas, é triplicar a capacidade de produção e o mix dos produtos. A estimativa é iniciar as obras em 2019, com término no primeiro semestre de 2021. Com o aumento da capacidade produtiva, haverá expansão no mercado, principalmente para as regiões Central e Centro-Oeste de Minas Gerais.De acordo com o diretor-fundador do Café Jequitinhonha, Luiz Carlos Moreira Barbosa, o investimento de R$ 10 milhões será aplicado na construção, compra de maquinário, em ações de promoção e divulgação da marca no mercado e na ampliação do mix.Somente as obras da nova indústria demandarão aportes de R$ 3,5 milhões. Serão investidos R$ 4 milhões na aquisição de novos equipamentos e maquinário e os R$ 2,5 milhões restantes aplicados em ações promocionais e no aumento do portfólio.A nova indústria será instalada em uma área de 8 mil metros quadrados no município de Capelinha, no Jequitinhonha, sendo 4,5 mil metros de área construída. O novo complexo abrigará toda a indústria de café, a infraestrutura administrativa, área de produção, armazenagem e distribuição.

Com os investimentos, a capacidade produtiva do Café Jequitinhonha será triplicada. O volume do grão a ser processado não foi divulgado pelo empresário, por questões estratégicas.

A maior produção permitirá a expansão no mercado, chegando a novas regiões do Estado, como a Central e Centro-Oeste. Hoje os produtos do Café Jequitinhonha são comercializados no Norte de Minas, Leste e Jequitinhonha.

Além disso, o aporte favorecerá a ampliação do mix, que inclui cappuccino, achocolatado, leite em pó e refrescos. A expansão do portfólio será feita através de parcerias com outras indústrias para que o Café Jequitinhonha comercialize os produtos com marca própria. Os novos produtos serão apresentados para o mercado durante a Superminas 2018, que será realizada entre os dias 16 e 18 de outubro, no Expominas. A feira é organizada pela Associação Mineira de Supermercados (Amis) e o Sindicato e Associação Mineira da Indústria da Panificação (Amipão).

O mix do Café Jequitinhonha inclui 19 itens, sendo que as novas linhas contemplam o Cappuccino Jequitinhonha Classic, de 200g, Leite Integral Jequitinhonha, de 200g e 400g; Refresco em pó, de 240g, em diversos sabores; achocolatado instantâneo RadCau, 300g. A empresa trabalha com a linha tradicional de cafés nas versões tradicional e extraforte. No mercado, existem três linhas: a tradicional, café especiais e gourmet

Projeções – A expectativa com a diversificação do novo mix é manter o ritmo de crescimento do faturamento da empresa, alta que para este ano foi estimada em 15%. O valor faturado não foi divulgado.

“Estamos há 20 anos no mercado e nossa prioridade é oferecer produtos de qualidade para o consumidor. Isto tem permitido que, mesmo no atual cenário de crise econômica, a gente mantenha a empresa em crescimento e possa fazer os investimentos necessários para expandir nossa atuação e nossa linha de produtos. Mesmo em cenário de recessão, boas empresas sempre vão se sobressair. Por isso, investimos em produtos cada vez melhores e pessoas mais bem preparadas para prestar bons serviços”, explicou o diretor-fundador do Café Jequitinhonha, Luiz Carlos Moreira Barbosa.

Fonte: Diário do comercio